quinta-feira, 30 de agosto de 2007

Um fenómeno desmistificado

De caminho para Lisboa, eis que, ouço a seguinte notícia: "Foram retomadas as buscas, em Mértola, para encontrar as 2 pessoas que desapareceram ontem ao fim da tarde no rio Guadiana."
Eu, confesso, nem sabia de nada (as maravilhas de não ver televisão... a não ser filmes ou séries) no entanto, descobri logo onde teria sido... nas Azenhas (para quem não sabe, são antigos moinhos de água)! E isso, trouxe-me recordações várias dos 3 anos que lá vivi e dos vários mergulhos que dei naquele mesmo sítio... apesar de, nós sabermos quais eram as zonas perigosas... mas pronto, já me estou a desviar do assunto.
A pergunta que vos faço, é esta: Já repararam na quantidade anormal de pessoas que se afogaram em cursos de água doce quer sejam rios, albufeiras, praias fluviais este ano?
E agora, já pensaram porquê?
Não, não é por os rios estarem mais perigosos este ano... os rios estão sempre mais ou menos iguais no verão (excepto alguma tromba-de-água ou outro fenómeno do tipo). Já descobriram?
Ok, eu explico...
Este ano, morreu muito mais gente afogada em rios e albufeiras porque há muito mais gente a frequentá-los!
-E porque é que há muito mais gente a frequentá-los? - perguntam vocês.
Porque, não há dinheiro para pagar o balúrdio que custa ir passar férias para a beira mar! Tão simples quanto isso! Queres um café, o preço depende de gostarem da tua cara ou não e, mesmo que gostem é caríssimo na mesma...
Ora, por isso, há muito boa gente que tem que se contentar com outro tipo de férias... o problema, é que pensam que estão no mar! Esquecem-se que um rio é muito mais traiçoeiro (e logo o Guadiana!), tem sempre correntes, remoinhos, rochas submersas e tão depressa se "tem pé" como pura e simplesmente, se entra num denominado "poço" para onde se é sugado e, só com muita sorte se volta a ver a luz do dia...
É preciso muito cuidado quando não se conhece o sítio... lembrem-se: Um rio, não é uma praia!

3 comentários:

CEMREMOS disse...

Eu tenho medo por isso nunca me atreveria. Perdi um amigo numa barragem, quando era pequena. O trauma ficou. VOLTEI!

Matchbox30 disse...

Eu sei que voltaste! Já vi o teu post que me deixou roído de inveja!

Vanadis disse...

Pois,eu tb não sabia de nada, qd vi as noticias fiquei triste. Mais vidas que estupidamente se perdem.