domingo, 14 de junho de 2009

Earthlings


Fiz um post há uns dias, em que referia este documentário.
Sinceramente, foi um dos documentários que mais me marcou, mudou a minha forma de ver as coisas em muitos aspectos. Em quanto assistia, tive reacções como raiva, tristeza, impotência e até, porque não dizê-lo, cheguei a derramar algumas lágrimas... fiquei com raiva da Humanidade, completamente revoltado.
Consequentemente, achei que muita coisa ia mudar nos meus hábitos e na forma como vejo os animais. Não quer dizer que vá deixar de comer carne como a Dreams e a Afrika fizeram mas, vou reduzir substancialmente. Por exemplo, não vou consumir carne que não seja proveniente de animais criados o mais livremente possível e mortos da forma menos dolorosa possível. Isto porque, não acho que seja saudável deixar de ter os nutrientes da carne na alimentação, no entanto, reduzi-los bastante, não tem problema. Até porque, se o consumo de carne diminuísse de uma forma generalizada no mundo, era uma forma de fazer com que aqueles atentados a que se assiste no documentário terminassem. Porque eles acontecem, principalmente, devido à globalização, devido à massificação, devido à centralização, devido ao consumismo, devido à inércia e devido à dependência da população mundial.
Porque o mundo, não pode continuar assim, tem que mudar. Ou nós mudamos, ou ele muda-nos a nós...
A sociedade Humana está a apodrecer, a cada geração que passa, tem menos valores, menos virtudes e isto, reflecte-se em tudo o que se passa a nível planetário. Quer seja através do esgotamento dos recursos planetários, quer seja da exploração dos seus semelhantes, etc... está tudo a piorar!
A verdade, é que o ser Humano, é o único ser vivo capaz de matar sem necessidade. É o único ser vivo capaz de infligir sofrimento propositadamente... talvez o ser Humano não mereça nem o planeta em que vive nem aquilo que ele lhe dá... já pensaram nisso?

Mas, o futuro (ou a falta dele) o dirá...

"We reap just what we sow..." (só colhemos o que plantamos...)


6 comentários:

Teté disse...

Ainda não vi esse dito documentário...

Mas lá deixar de comer carne, não creio! ;)

Beijinhos!

Matchbox32 disse...

Eu também não penso em deixar de comer carne (até porque faz falta). Mas, o que já comecei a fazer foi a escolher melhor...

Beijinhos!

Little Tomato disse...

Liguei o documentário para ver, mas pela introdução achei melhor perguntar primeiro se é aconselhável a mentes mais susceptíveis (como a minha, que tenho pesadelos com qualquer coisa minimamente mais impressionavel)... em todo o caso já sou apologista há algum tempo que temos de mudar a nossa maneira de estar!
beijinhos!!

Matchbox32 disse...

Nesse caso, fizeste bem... ias ter pesadelos de certeza. A Dreams teve (acordava durante a noite a dizer "Coitadinhos dos porquinhos!") por isso, também iria acontecer contigo certamente.

Beijinhos!

su disse...

Também não vi esse documentário...mas deixou-me com a pulga atrás da orelha...
Colhemos o que plantamos...é bem verdade, é uma das máximas wicca.

Confesso que assim que abri o teu blog pensava que se tratava do novo álbum (ou álbum de estreia) do Joaquin! :)

Vou pesquisar o documentário! ;)

Matchbox32 disse...

Vale a pena mas, aviso-te já que tens que estar preparada. É preciso um certo "poder de encaixe" para o que ali é mostrado.
It´s a life changer!

Beijinhos!