quinta-feira, 28 de junho de 2007

O amor é um lugar estranhíssimo (e provoca AVC's)

Bom, hoje voltei a falar com a tal personagem (não, não lhe disse aquelas cenas todas)...
Qual não é o meu espanto, quando ela me diz:
- Ando tão cansada! Tenho saído todas as noites para a feira!
- Fazes bem... - disse eu interessadíssimo... ui! Nem imaginam quanto!
Mas, o pior estava para vir:
- Ontem fui ao concerto do José Cid... (só o nome já me custa escrever!)
- Ummhanfhhh... unghlááá´... qhfiu... - respondi eu tendo um AVC.
- Estou? Estou? Estás-me a ouvir? - perguntava ela.
Cinco horas depois, lá consegui responder:
- Estou. E o que foste lá fazer? - perguntei, enquanto me tremia o olho, temendo a resposta.
- Olha! Fui conhecer gente gira...
- Começando pelo José Cid... - pensei eu.
- Gente divertida...
- Deviam estar a chorar a rir... - pensei eu já com a perna a tremer.
- E gente interessante!
- Ummhanffgghhh... unghlááá´... qhfiu... - pronto, eu já sabia, tive o segundo AVC!
E ela:
- Estou? Estou?
Felizmente, fiquei sem rede...

Às vezes, damos passos tão tristes...
Onde é que eu andaria com a cabeça para me meter com alguém assim?
SSSOOOCCCOOORRRRRROOO!!!

4 comentários:

Vanadis disse...

Amar como jesus amooooou...sentir como jesus sentiuuuuuu...(....) e ao chgar ao fim do dia, eu sei que dormiria muito mais feliiiiiiiiiiiiz!!!! =D

Vanadis disse...

Ps - devias ter-lhe dito as cenas todas.

Matchbox30 disse...

Ya! Escusava de ter tido os AVC's... ainda hoje quando penso nisso começo a espumar aos cantos da boca!! Lol

Vanadis disse...

Pois, escusavas mesmo.